FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

sábado, maio 17, 2014

COMUNIDADE PENSA EM "EXPLODIR" PONTE DA MORTE NA BR 316 EM PERNAMBUCO


Depois de varias vidas serem ceifadas na BR 316 no município de Belem do São Francicsco-PE na chamada “ponte da morte”, depois de algumas manifestações em prol da ampliação da ponte, depois de vários reclames de motoristas e comunidade. A sociedade organizada, cansada de esperar por soluções do poder publico e de nada ser resolvido e varias famílias perderem entes queridos, muitos já pensam em tomar as providencia com as próprias mãos! Já se ouve da população a ação de  “explodir” a ponte da morte na BR 316 nos próximos dias se caso o governo não tome alguma providencia urgente. As pessoas indignadas reclamam, “ por que quando é para construir e reformar estádios o dinheiro aparece rápido? Porque as verbas aparecem rápidas e sem burocracia para festas e eventos?” citou alguns populares revoltados da região.

Um comentário:

Erico disse...

Bom dia!! Caro blogueiro, sei que várias pessoas já morreram nas referidas pontes, imagino o sofrimento que várias famílias já passaram e estão passando e concordo perfeitamente que referidas pontes devem ser reformadas, porém destruídas jamais, não podemos simplesmente atribuirmos a responsabilidade aos políticos quando na verdade não fazemos nossa parte, o que mais tem nas estradas são motoristas que não respeitam as leis de trânsito e nessa BR 316 não é diferente, digo isso porque ando nela toda semana e te digo não encontrei ainda um motorista que respeitasse as placas que existem nessas pontes, essas placas avisam aos motoristas pra dar a preferência, avisam que não passam dois carros, mas na verdade os motoristas que vão de Belém no sentido ao trevo não respeitam essas placas, digo isso por experiência própria, pois já tive que parar meu carro várias vezes mesmo estando correto para dar a preferência a quem vinha de Belém indo para o trevo, ele era quem deveria parar, pois as placas estão lar mandando dar a preferência. Portanto, não adianta culpar somente as autoridades se nós não fizermos nossa parte, logo na minha opinião a imprensa também deve tentar conscientizar os motoristas.