FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

segunda-feira, maio 19, 2014

" O PT DEVERIA PEDIR DESCULPAS AO POVO BAIANO" DIZ PAULO SOUTO.

“O PT baiano deveria pedir desculpas ao povo pela tragédia que seu governo vem causando à Bahia na segurança pública, na saúde e na educação”, afirmou o pré-candidato oposicionista, Paulo Souto durante encontro Unidos pela Bahia com lideranças em Paulo Afonso, sábado no COPA

souto encontro em pa1

A chapa da oposição com os postulante a governador, Paulo Souto (DEM), o vice, Joaci Goés (PSDB), o concorrente ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), o candidato a deputado federal João Gualberto (PSDB), o candidato a deputado estadual Luiz de Deus e José Carlos Aleluia e Elmar Nascimento (DEM) candidatos a deputado federal, participou no sábado  (17) do encontro Unidos pela Bahia com lideranças em Paulo Afonso, no Clube Operário de Paulo Afonso (COPA). Participaram ainda do encontro o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB), o ex prefeito de Paulo Afonso Paulo de Deus e o vice prefeito  Jugurta Nepomuceno, além de vereadores e  líderes políticos regionais e estaduais.

souto em encontro em pa3

O descaso do atual governo com o semiárido baiano foi destacado pelo pré-candidato oposicionista a governador, Paulo Souto, durante encontro Unidos pela Bahia. “É um governo que prioriza a propaganda e não construiu as barragens necessárias para atenuar o sofrimento do povo, devido à escassez de água na região”.

O legado dos últimos sete anos do PT na Bahia, segundo Souto, foram os 34 mil baianos assassinados, porque o governo do estado perdeu a confiança da polícia. O caos da saúde pública leva as mulheres a darem à luz a seus filhos na porta dos hospitais. “Sabemos das necessidades do semiárido baiano. Por isso, vamos trabalhar para criar condições de melhorar a renda do sertanejo, como o Cabra Forte, destruído pelo PT, mas que nós nos esforçaremos para reimplantá-lo ainda melhor”. O pré-candidato oposicionista destacou ainda a deficiência do ensino médio no estado, que precisa urgentemente de ações para a sua melhoria. “A segurança pública é outra prioridade que temos, porque queremos que o povo da Bahia volte a andar nas ruas com tranquilidade”.

De acordo com Souto, esse é o momento de a Bahia encarar o futuro. “O Estado atravessa o período mais difícil da Administração Pública dos últimos anos, com um governo que não merece a nossa confiança. Se perdeu no descalabro financeiro que o impede de cumprir compromissos. O PT baiano deveria pedir desculpas ao povo pela tragédia que seu governo vem causando à Bahia na segurança pública, na saúde e na educação”.

Para o pré candidato a governador, Paulo Souto; “Nas andanças que estamos começando a fazer pelo estado é o amor pela Bahia que sentimos em cada aperto de mão e abraço que recebemos. É o que nos motiva a acreditar que, com vocês, venceremos essa batalha”.

souto em encontro em pa2

Para Souto, o que está acontecendo na Bahia sob a gestão petista, não pode arrefecer a vontade do povo baiano por mudança. “Eu, Joaci e Geddel, como vocês, queremos um momento diferente para a Bahia, onde o sentimento é de insatisfação generalizada, porque o PT é um produto de validade vencida, que ninguém aguenta mais”.

Paulo Souto ao se referir sobre as críticas que lhe foram dirigidas pelo governador Jaques Wagner e o pré-candidato petista Rui Costa, que disse que ele falava “inverdades”. “Quem ouve o discurso de Wagner e de seu candidato percebe claramente a arrogância desse grupo que está há oito anos no poder. Eles só faltam dizer que a Bahia foi descoberta em 2007, ano em que assumiram o poder”, disse, aconselhando Wagner e Rui a terem mais “humildade para reconhecer o que outros governos fizeram antes deles”.

Paulo Souto foi categórico ao afirmar que, no juramento de posse, o governador faz o juramento de que vai defender o estado. “Mas não é isso que vimos nos últimos sete anos, quando o governo pretere o interesse da Bahia pelo de seu partido”.

aleluia em pa

Para o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, a Bahia precisa de alguém que faça, que lute por ela, que não engabele o povo com promessas nunca cumpridas. “Esse nome é Paulo Souto, que vai tratar com dignidade e respeito os professores e sem enganação os militares, tirando ainda do caos, a saúde pública do estado”.

gedel em pa

O Pré-candidato ao Senado, o peemedebista Geddel Vieira Lima disse estar engajado na campanha ao governo de Paulo Souto (DEM). “Quero ser Senador da República por amor à esta terra, para poder ser a voz de vocês em Brasília. Ser a voz da Bahia no Brasil”. Geddel  também destacou, “Hoje a Bahia, retrata o governo do PT, tanto na cidade, no campo e no estado: violência crescente, saúde pública caótica e educação da pior qualidade”. Afirmou o peemedebista.


O ex-prefeito de Barra e um dos principais lideres do oeste baiano, Deonísio de Assis se desfiliou do PT e decidiu se aliar à chapa das oposições. “Estou decepcionado com o projeto de governo do PT”, afirmou. O apoio ao postulante a governador, Paulo Souto (DEM), o vice, Joaci Goés (PSDB), e o concorrente ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), foi anunciado na sexta-feira (16), em reunião com lideranças regionais. Ele também defendeu a candidatura do candidato a deputado federal João Gualberto (PSDB).

Fonte: Pauloafonso noticias.

Nenhum comentário: