FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

terça-feira, outubro 27, 2015

PT PERDE 11% DOS PREFEITOS ELEITOS EM 2012


Vivendo a mais grave crise de sua história, com odesgaste da presidente Dilma Rousseff, problemas econômicos e as acusações de corrupção apuradas na Operação Lava Jatoo PT já perdeu 11% dos prefeitos que elegeu em 2012, de acordo com informações divulgadas pela Folha. Dos 619 petistas vencedores das últimas eleições municipais em todo o país, 69 haviam deixado a legenda até este mês, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Na Bahia, 92 foram eleitos pelo PT e dois deixaram o partido. O movimento é mais forte em São Paulo, onde o partido perdeu 20 de 73 prefeitos. No Nordeste, viu a saída do único prefeito de capital que tinha (Luciano Cartaxo, de João Pessoa). As principais baixas foram nas regiões Sul e Sudeste - exceção feita ao Rio Grande do Sul, onde o partido manteve os 71 eleitos em 2012.
O presidente do PT-RS, Ary Vanazzi, credita o feito ao nível de engajamento e debate político do partido no Estado. "Os prefeitos e militantes ficam confortáveis porque abrimos o debate e temos uma postura crítica em relação aos erros do partido e do governo federal", afirma.
De acordo com o jornal, o cientista político e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Jorge Almeida vê a saída de prefeitos como resultado de dois fatores: a crise de imagem do PT e a busca pelo respaldo de um aliado no campo estadual. "Nas cidades pequenas, sobretudo, os prefeitos migram para partidos da base do governador em busca de obras e recursos estaduais. A crise do PTpotencializou esse movimento", afirma.
A maioria dos prefeitos que deixaram o partido é do grupo de considerados "cristãos-novos" -vários deles filiados durante o período de maior popularidade do ex-presidente Lula. "Muitos foram para o PT sem identidade ideológica e agora estão saindo na primeira crise", diz Almeida.


Ainda de acordo com a publicação, a migração de prefeitos entre os partidos políticos é normal, avalia o secretário nacional de organização do PT, Florisvaldo Souza. "Prefeitos saem de todos os partidos. Essa migração é normal, principalmente no período pré-eleição", disse. Ele acrescentou que cerca de 30 prefeitos de Minas Gerais, Bahia, Piauí e Ceará podem se filiar à sigla nos próximos meses.

Fonte: Bocão news/Beira rio Noticias

Nenhum comentário: