FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

segunda-feira, novembro 16, 2015

MORADORES DO DF ARRECADAM GALÕES DE ÁGUA PARA VÍTIMAS DE MARIANA

Raquel Sampaio, de 21 anos, com parte dos galões de água doados (Foto: Raquel Sampaio/Arquivo Pessoal)
Moradores, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Distrito Federal fazem campanhas para arrecadar água para as vítimas de cidades afetadas pelo rompimento de duas barragens de dejetos de mineração em Mariana. Em uma iniciativa liderada por uma estudante de 21 anos, 10 mil litros de água foram conseguidos em 24 horas.
"Foram 10 mil litros arrecadados em 24h, não esperava isso. Quando soube do deslizamento, fiquei muito sensibilizada e triste. A gente sabe que a água que é o nosso bem mais precioso. Quando ficamos sem ela, do nada, não conseguimos fazer praticamente nada. Muitas famílias estão sem o que beber, com sede.Uma das idealizadora da campanha, a estudante Raquel Sampaio disse que ficou surpresa com a quantidade de doações em pouco tempo. Segundo ela, a arrecadação começou neste domingo (15) e termina nesta segunda-feira (16). As mais de 100 caixas contendo galões de água serão enviadas para Minas Gerais nesta terça (17).
A estudante conseguiu junto a uma empresa do DF espaço para a entrega das doações (veja os endereços ao final deste texto).
Neste Natal, o estudante Alexandre Gurgel, de 25 anos, pediu para a namorada, Gabriella Carneiro, de 28 anos, um presente diferente. Em vez de roupas ou sapatos, ele quer doações para os moradores de Minas Gerais.
  •  
Doações em posto de coleta em Águas Claras, Brasília (Foto: Bolos do Flávio/Divulgação)Doações em posto de coleta em Águas Claras
(Foto: Bolos do Flávio/Divulgação)
"Nós sempre estipulamos um preço dos presentes que iremos trocar. Neste ano, serão R$ 150 a R$ 250 destinados às vítimas do deslizamento. Entrei em contato com a Prefeitura de Governador Valadares [cidade também afetada pela lama liberada em Mariana], e eles me disseram que ainda estão recebendo dinheiro e água."
Por meio de redes sociais, internautas também organizaram campanhas. Moradores de diversas regiões do Distrito Federal se disponibilizaram para receber as doações em casa e até  uma "vaquinha" para pagar o diesel dos caminhões que levarão os galões de água foi feita.
A estudante Hyasmim Leite, de 21 anos, é a responsável por arrecadar dinheiro para comprar o diesel. O pai dela, Dalton Gomes, de 38 anos, é caminhoneiro e se prontificou a levar doações. Segundo a estudante, cerca de R$ 400 já foram arrecados.
"São muitas doações, graças a Deus. Portanto, só o caminhão do meu pai não iria suportar. Ele pediu ajuda a outros amigos caminhonheiros e conseguimos mais transportes. Porém, cada litro do diesel faz apenas 3 km e ficaria muito caro, por isso estamos fazendo a vaquinha. Os caminhões irão sair daqui de Brasília no dia 25. Estou muito esperançosa", diz Hyasmim.
Hyasmin Leite e o pai  (Foto: Hyasmin Leite/Arquivo Pessoal)Hyasmin Leite e o pai, Dalton Gomes, com o caminhão que irá para Minas Gerais  (Foto: Hyasmin Leite/Arquivo Pessoal)
O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil também estão recebendo água potável até o final desta segunda-feira (16). A coorporação informa que as garrafas podem ser de qualquer tamanho e devem estar lacradas. O produto pode ser entregue em todos os quartéis e também na sede da Defesa Civil (SAI, Trecho 6, lotes 25/35), próximo à Feira dos Importados.
Abastecimento
Na última sexta-feira (13), a Prefeitura de Governador Valadares informou que precisou descartar todos os 240 mil litros de água entregues pela Vale – uma das donas da mineradora Samarco, junto com a empresa anglo-australiana BHP Billiton – para serem distribuídos aos moradores da cidade. Segundo a administração, o primeiro carregamento chegou com alto teor de querosene.
A água seria distribuída entre os moradores da cidade, que estão sem abastecimento por causa da enxurrada de lama que atingiu o Rio Doce. Os rejeitos chegaram até a cidade pelo rio, após o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco. Segundo a prefeitura, o município precisa de 15 milhões de litros de água por dia para que cada família possa usar 50 litros.
Veja onde doar água no DF
Águas Claras – Lojas Bolo do Flávio, Estação Pizza, Edifício Estação XVI, Loja Mamãe Colibri, Edifício Carlos Gomes, quadra 103, Academia Atlas.
Asa Sul – Loja Bolos do Flávio, na 108 Sul.
Asa Norte – 112 Norte, bloco C, loja 34.
Ceilândia – QNN 22, conjunto F, casa 20.
Guará – Loja Bolos do Flávio, na QE 13, Loja Vivi Festas, na QI 12, e Feira do Guará.
Lago Norte – QI 7, conjunto 15, casa 3.
Taguatinga Norte – 4ª Igreja Prebisteriana, Setor J Norte.
Santa Maria Sul – Quadra 103, conjunto D, casa 12.
Samambaia – QN 114, conjunto 1, casa 50, Residencial Bela Vista (ao lado da estação de metrô Samambaia Sul).
Sobradinho – Condomínio Serra Azul, quadra 15, lote 5k casa 2, academia Concept Fit
UNB - Centro Acadêmico de Agronomia, no ICC SUL.
Fonte: G1

Nenhum comentário: