FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
CONTAGEM REGRESSIVA!

quinta-feira, maio 25, 2017

POR QUE AS PREFEITURAS DE NOSSA REGIÃO FAZEM ISSO? QUALIDADE DA AGUA DE PETROLINA É CONTROLADO


Um estudo realizado pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), em parceria com a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf e o Instituto Federal de Ciência, Tecnologia e Educação do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), diagnosticou na semana passada que a qualidade da água do Rio São Francisco na orla de Petrolina está melhor graças ao trabalho desenvolvido pela prefeitura no Projeto ‘Orla Nossa’, que atua na revitalização do Velho Chico.
A tarefa de eliminar pontos de esgoto que caíam no rio, realizada pela Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM) juntamente com a Compesa, e a remoção de boa parte das baronesas acumuladas às margens do São Francisco foi essencial para a elevação do oxigênio diluído na água, que saiu de 1,3 mg/L para 8,1 mg/L. Um aumento significativo que ultrapassa os 500%, superando o recomendado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) para um corpo de água doce de classe 1 – que é 6,0 mg/L.
Além disso, também houve avanço em outros aspectos da água, como turbidez, transparência, pH, salinidade, além da presença de nitratos provenientes de esgoto.
De acordo com o gerente de Projetos da AMMA, Victor Flores, esses indicadores revelam que mesmo em pouco tempo, o trabalho de recuperação do rio está dando certo. “Nós ficamos muito felizes com os resultados dos estudos, que são monitorados desde janeiro (…) Ainda há muito a ser feito e o trabalho deve e precisa continuar com a mesma força que teve até agora“, destaca.
Peixamento
Outro ponto positivo do resultado do estudo da qualidade da água do Velho Chico é que agora os ambientalistas da Codevasf têm a segurança científica para poder realizar um peixamento no rio. A ação está marcada para o próximo dia 5 de junho, data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, e será mais um marco da recuperação do Velho Chico, já que 20 mil alevinos da espécie nativa Piau vão voltar a povoar o rio nas margens de Petrolina. (Fonte/foto: Ascom PMP)
Carlos Britto

Nenhum comentário: