FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

quarta-feira, setembro 10, 2014

GOVERNO DO PT DESCUMPRE ACORDO COM POLICIAIS MILITARES DA BAHIA


Como dar credibilidade para um Governo que se diz democrático, mas que não cumpre acordos?
Depois de longa batalha com o Governo do Estado, as Associações de Policiais Militares da Bahia conquistaram vários benefícios para a Classe policial. Conquistas essas que foram alardeadas através da imprensa para toda sociedade.

Ocorre, entretanto, que mesmo após quase 05 (cinco) meses do acordo firmado entre os membros do Governo e os dirigentes das entidades de Classe, garantias como a rediscussão do Novo Estatuto, Código de Ética, Revisão/Anistia dos Processos Administrativos de 2012, foram simplesmente ignoradas e desrespeitadas. Falar nisso, por onde será que anda a RTI dos Oficiais? E os direitos dos Inativos, viúvas e pensionistas?
O que dizer então da ausência de boa vontade do Governador para Regulamentar o artigo 92 da Lei 7.990 de 2001? A regulamentação desse artigo "não inventa a roda", mas contempla, tão somente, direitos basilares e fundamentais de qualquer trabalhador, a exemplo do ADICIONAL NOTURNO, AUXÍLIO TRANSPORTE, INSALUBRIDADE ou PERICULOSIDADE, mas que estão sendo aviltados por ausência de uma mísera regulamentação.


Enquanto isso, os policiais padecem. Como explicar a atitude do Governo do Estado em DESCUMPRIR um acordo firmado com os policiais militares? Afinal, o que esperar de um Governo que tem seu nascedouro no "movimento sindical" e com amplo histórico de greves e de negociações, mas que nega seu passado e suas raízes? Se diz democrático e legalista, mas na prática age com truculência.

O descumprimento de um acordo firmado entre trabalhadores e Governo, demonstra a forma antidemocrática e ditatorial como o PT trata os servidores públicos na Bahia. O autoritarismo estatal praticado pelo PT, ao descumprir um acordo firmado com trabalhadores, demonstra com clareza solar seu total desrespeito para com as Associações e os policiais militares da Bahia.

Afinal, o que esperar de um Governo que tem seu nascedouro no "movimento sindical" e com amplo histórico de greves e de negociações, mas que nega seu passado e suas raízes? Se diz democrático e legalista, mas na prática age com truculência.


Fonte: ASPRA Bahia

Nenhum comentário: