FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

quarta-feira, março 25, 2015

CODEVASF NÃO PAGA ENERGIA E MILHARES DE AGRICULTORES FICAM SEM ENERGIA.


Na manhã desta quarta-feira (25), produtores rurais irrigantes de Perímetros Irrigados administrados pela Codevasf em Petrolândia (PE) e Rodelas (BA), foram surpreendidos com o cumprimento de ordem de corte de energia elétrica. Segundo informações de produtores rurais, a Celpe (Companhia Energética de Pernambuco) informou que a Codevasf está com seis meses de atraso no pagamento das faturas.
Lote no Projeto Apolônio Sales, em Petrolândia. (Foto: Assis Ramalho)
Para buscar melhores esclarecimentos, a reportagem do Blog de Assis Ramalho entrou em contato com a Plena, terceirizada da Codevasf em Petrolândia, para acompanhamento e assistência técnica nos projetos de irrigação. De acordo com o sr. Sérgio, gerente do escritório local, as ordens de corte foram cumpridas esta manhã, no Perímetro Irrigado Apolônio Sales. Perguntado sobre a estimativa de produtores prejudicados com a medida, o gerente afirmou que 100 lotes ficaram sem luz elétrica.

Cem lotes apenas no projeto Apolônio Sales, em Petrolândia. Segundo Sérgio, houve cumprimento de execução (corte de energia) também no município de Rodelas, na Bahia. Também de acordo com informações do gerente, ameaçados de ter o fornecimento de energia elétrica suspenso os perímetros irrigados pela Codevasf em Santa Brígida, município de Orocó (PE), e Fulgêncio, em Santa Maria da Vitória (PE), além de Pedra Branca, na BA.

Sérgio esclareceu que, em Pernambuco, a dívida da Codevasf com a Celpe foi negociada, porém, por falta de pagamento, o corte da energia foi realizado hoje. Acrescentou que a ordem de corte recebida em Petrolândia foi encaminhada para Dr. José Costa, gerente da 3ª SR/GRI da Codevasf, para andamento de negociações com a concessionária energética.

Segundo informações de (funcionarios),a  Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia(coelba) do grupo Neoenergia,  fez desligamento do fornecimento de energia que mantém ligadas as bombas que fazem o bombeamento de água para irrigação e consumo humano de aproximadamente 7 mil pessoas que vivem no projeto Pedra Branca, município de Abaré com divisa com o município Curaçá-BA.
Essas pessoas são agricultores que foram retiradas de suas terras de origem para a construção da barragem hidroelétrica de Itaparica em 1986. E agora terão seus abastecimentos de água e energia cortada. Isso ta acontecendo ou vai acontecer porque órgão do governo federal dizem que não tem recurso para efetua o pagamento das contas de energia dos agricultores.

 Pelo menos 5 reservatórios já tiveram o fornecimento  de energia cortadas dás 15 as 17 horas de hoje! Confirmados os da agrovila 05 e da agrovila 07, ha informações que já tinham cortado os das agrovilas 01, 02 e 06. Uma equipe da coelba anda com uma lista de reservatórios a serem cortados.


Com informações do blog de Assis Ramalho, Samuel Jose de Santana e do site Sertão Mania.

Nenhum comentário: