FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
CONTAGEM REGRESSIVA!

quinta-feira, fevereiro 09, 2017

A REGIÃO DO SERTÃO DO SÃO FRANCISCO, PRECISA DESSE INCENTIVO. O AGRICULTOR PRECISA TER ONDE VENDER.

Resultado de imagem para frutas no sertão

Imagem relacionada

Uma boa notícia para os agricultores da região. Visando promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar, a Prefeitura de Petrolina lança, nesta sexta-feira (10), o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O lançamento será feito pelo Prefeito Miguel Coelho, durante cerimônia às 17h na Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. A proposta é adquirir gêneros alimentícios direto dos agricultores familiares.
Petrolina é a cidade pernambucana que recebe o maior montante de recursos nesta modalidade do PAA. A prefeitura espera que o programa beneficie 302 agricultores da cidade e movimente um recurso de R$ 1.509,286,16.
Todos os produtos adquiridos, através deste programa, serão doados a entidades socioassistenciais cadastradas e voltadas para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Podem participar da chamada pública do PAA agricultores familiares que estejam inscritos no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Programa de Aquisição de Alimentos será lançado nesta sexta-feira em Petrolina

Os detalhes sobre o edital do PAA foram discutidos na última semana durante uma reunião que contou com a presença de representantes do Conselho de Desenvolvimento Rural; Conselho de Segurança Alimentar; Sindicato dos Trabalhadores Rurais; Secretaria de Agricultura e Secretaria Executiva de Desenvolvimento Social. O edital está em fase de conclusão e deve ser publicado no Diário Oficial do Município ainda esta semana.
A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos fica localizada na Rua Santa Cecília nº 35, Vila Mocó.

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Para isso, o programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção.

Assessoria de Comunicação/Didi Galvão


Nenhum comentário: