CURSO

CURSO
DIA 01 DE OUTUBRO EM BELÉM DO SÃO FRANCISCO-PE

quinta-feira, fevereiro 02, 2017

NETO EVITA FALAR SOBRE ALIANÇA COM OTTO E VOLTA A IRONIZAR DERROTA DE RUI COSTA NA ASSEMBLEIA.


Depois que o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB),  ventilou a possibilidade de ter o senador Otto Alencar (PSD) ao lado do prefeito ACM Neto (DEM) em 2018, o líder democrata evitou falar sobre o cenário futuro.

"Eu não vou especular 2018 sob nenhuma hipótese. Tenho que ter cuidado, responsabilidade e atenção. O ano de 2017 é um ano muito difícil. A gente acabou de sair de uma eleição no ano passado, não tem sentido falar de 2018 agora. Eu respeito a posição do vice-prefeito, tem todo direito de colocá-la", disse, após ser provocado pelo Bocão News na manhã desta quinta-feira (2) na cerimônia de abertura dos trabalhos na Câmara de Salvador. "Nesse momento, eu como prefeito e como agente político, prefiro preservar o silêncio", reiterou.

A hipótese de o prefeito caminhar com Otto, hoje aliado ao governador Rui Costa (PT), surgiu depois que o grupo de oposição ligado a Neto passou a apoiar a candidatura de Ângelo Coronel, do PSD, para presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, enquanto o PT apoiava a reeleição de Marcelo Nilo.

Na entrevista coletiva concedida à imprensa, Neto voltou a creditar a desistência de Nilo como uma derrota do governador Rui. "A Bahia sabe que o então candidato do governador era Marcelo Nilo. Se dependesse do governador e do partido dele, Marcelo Nilo partiria para 12 anos de liderança à frente da Assembleia Legislativa. Todo mundo sabe que o governo se envolveu nos bastidores para tentar puxar o tapete da candidatura de Ângelo Coronel", disse o gestor de Salvador.

Matéria relacionada:

“Otto pode, quem sabe, ser nosso candidato”, especula Bruno Reis sobre 2018


 Bocão News

Nenhum comentário: