FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

segunda-feira, janeiro 06, 2014

PROGRAMA MAIS MÉDICOS DE BELÉM DO SÃO FRANCISCO É SEVERAMENTE QUESTIONADO.


Nos últimos dias alguns blogueiros da região e do município questionaram com bastante ênfase o programa do governo federal intitulado “mais médicos”, do município de Belém do São Francisco, inclusive salientando que dos cinco médicos cubanos que vieram para o município apenas dois estão trabalhando, os demais aguardam ansiosamente alguma definição para que realmente possam atender a população.

Sob o título “BELÉM  DO SÃO FRANCISCO: MAIS MÉDICOS PODEM SER MAIS PROBLEMAS”, o Blog Didi Galvão, da cidade de Cabrobó, relatou: “Em Belém do São Francisco algo no mínimo vergonhoso está acontecendo, fomos informados por uma fonte absolutamente confiável, que o programa do Governo Federal destinou 5 profissionais para aquela cidade, sendo 4 estrangeiros e um brasileiro. Os mesmos foram alojados em um hotel da cidade, até o momento só dois estão atendendo, os outros aguardam um posicionamento da administração para começarem a trabalhar”.
E prossegue dizendo o Blog: “O que se constata segundo a fonte, caracteriza como abandono por parte da administração municipal, o que é pior em tudo isso, segundo as informações é o estado de desespero em que se encontram alguns dos médicos, pois, até a comunicação com seus familiares são limitados, os mesmos não dispões dos serviços de internet oferecidos pela Prefeitura”.

Após a referida matéria o radialista Izaurino Brasil, através do Blog Gazeta do Sertão caiu em campo e colheu também matéria sobre o assunto, a quem intitulou: “TERCEIRA ETAPA DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS SE INICIA EM FEVEREIRO, EM BELÉM DO SÃO FRANCISCO OS QUATRO CUBANOS IRÃO COMEÇAR A TRABALHAR”.
Na matéria o renomado radialista diz: “Na última sexta-feira, aconteceu uma reunião com supervisores Dr. Pedro Diniz e Dra. Luciana Florentino, que vieram acompanhar o andamento do Programa no município. Também estiveram presentes, os médicos cubanos Dr. Jesus, Dra. Lourdes e Dra. Maitte”.
Os médicos estavam sem trabalhar, correu boatos de que não havia chegado à documentação dos mesmos dando eles como aptos ao trabalho, depois falaram que seria a falta de carimbo com o CRM, e também a falta da autorização do Conselho de Medicina”, diz o radialista.
Na mesma reportagem Izaurindo afirma: “Nada disso foi comprovado, o que nossa reportagem apurou foi que realmente eles não estão trabalhando por falta de lugar para trabalhar, ou seja, os PSFs já estão todos ocupados com médicos da prefeitura e havia a possibilidade de enviar os médicos para os distritos e para a Manga de Baixo”.
Mais contundentemente ainda diz Izaurino: “Falta também acomodações decentes para eles, como uma casa estruturada para que possam fixar residência, dotada de Internet para facilitar o contato com seus familiares, feira para alimentação dos mesmos e alguém que trabalhe para servi-los, na lavagem de roupa, passar, preparar a alimentação, enfim, foram colocados na Pousada Bandeirantes e esquecidos, mais fomos informados que durante a reunião, os auditores obtiveram do prefeito Gustavo Caribé a garantia de que uma casa está alugada para colocar os médicos com toda a estrutura necessária”.
E prossegue: “Os auditores ficaram ainda de dar uma solução ao caso, informando ao prefeito onde os quatro médicos deverão e poderão trabalhar, vale ressaltar que dos cinco, o brasileiro Dr. Francisco é o único que já está trabalhando, no PSF da Beira do Rio”.
 Ao concluir a matéria o radialista diz: “Vamos torcer para que tudo saia como manda o figurino, em Belém estava faltando médico, agora tem, então nada mais justo e correto que esses profissionais possam exercer a função para que vieram e a comunidade não saia prejudicada”.

NOTA DO BLOG DO TADEU SA
As denúncias dão conta de que três dos cincos médicos não estão trabalhando em face de que falta de um OK para tanto, que falta locais para possam efetivamente trabalharem, que os auditores vão informar ao prefeito o local onde os médicos deverão atuar, bem  como a inexistência de um local mas adequado  para residirem.

PENDENCIAS
Sendo estas as questões apontadas pelas fontes citadas, temos isto como um fato completamente absurdo e sem razão de ser, pois o que sabemos é que estes profissionais já estão em nossa cidade há bastante tempo e ainda se ver que não foram regularizados para o exercício das suas atividades, situação totalmente indecente, pois antes das suas vindas deveriam todos estarem  perfeitamente regularizados, afinal desde os ingressos dos mesmos no Brasil uma dispendiosa despesas vem recaindo sobre o bolso do já sacrificado cidadão brasileiro, além de gerar também enormes desconfortos para com estes profissionais, que como visto encontram-se sem trabalharem, no que resulta num verdadeiro contraste para com o que representa o brioso trabalhador cubano, de forma que urge que as medidas cabíveis sejam urgentemente adotadas.

FALTA LOCAL DE TRABALHO.
No que concerne a falta de locais para possam exercerem suas profissões  tenho isto como completa insensatez política, num descalabro profundo de desrespeito ao povo sofrido que há décadas vive a lamentar e a ver as pessoas morrendo à míngua em vista da escassa presença médica na rede de saúde do município.
É preciso que a população lembre aos nossos governantes e políticos que a única responsabilidade do município para com estes profissionais diz respeito apenas as suas acomodações e estadias, e sendo assim devemos sem rodeios assumir esta obrigação, já que o salário é bancado pelo governo federal, inclusive se for o caso adotando para tanto os critérios que tão sabidamente sabem fazer com aqueles políticos que a cada eleição muda de lado. Para estes sim, jamais falta local de trabalho e bons salários.
LOCALIZAÇÃO DO MÉDICOS.

No que tange a noticia de que os auditores é que irão informar ao município os locais onde os médicos deverão atuar é outro assunto completamente ridículo e sem sentido, pois quem deveria saber das reais necessidades da população é a própria secretaria de saúde e não os  auditores. Por outro lado é completamente imoral contratar alguém para o exercício de uma função sem que se  saiba se quer o local para o qual será designado.

ACOMODAÇÃO E ISOLAMENTO
Como qualquer cidadão os médicos em questão, principalmente por serem de países distantes necessitam de completa privacidade e de total atendimento as suas prementes necessidades, dentre elas o contato permanente com seus parentes.
Não é justo deixá-los isolados num mundo que não conhecem e que nem os próprios profissionais da terra querem estar. É preciso enxergar que eles deixaram pais, mães, irmãos, esposas, e filhos para traz em busca de servir a nossa gente e como tal devemos tratá-los com enorme carinho e respeito.
O município não deve esquecer, pois das boas maneiras, da sua tradicional hospitalidade de receber bem seus visitantes, principalmente aqueles que vêm para servirem.
Nesta questão alias, deveriam agir com aqueles esforços que sempre disponibilizam ao receberem os parasitas deputados, este sim, sempre de mãos vazias e na busca sedenta e desenfreada dos nossos votos, mas comumente recebidos com regalias de dá inveja.

INFARTO FULMINANTE MATA FEIRANTE EM PLENA FEIRA LIVRE DE BELÉM
No sábado, dia 04, uma cena chocante aconteceu na feira livre local, mais precisamente no interior do mercado público, quando a senhora conhecida por Bezinha, comerciante a muitos anos de frutas e verduras naquele local, sofreu um infarto violento e veio a óbito imediatamente.
Dona Bezinha era uma pessoa muito querida no local e o fato chocou a todos que presenciaram aquela cena, inclusive várias pessoas passaram mal com o fato. Dona Bezinha que residia na Ilha do Curralinho foi socorrida por populares, mas ao chegar ao hospital foi constatada que já se encontrava morta.

 INFARTO NO FORUM
Também no ano passado, mais precisamente no dia 25de julho, no interior do Fórum da Comarca local, um infarto tirou a vida da senhora Belarmina Maria de Jesus, mais conhecida como “Belinha”. Logo ao adentrar na sala de audiência ela sentiu-se mal e em seguida caiu violentamente sobre o chão.
Dona Belinha ainda era jovem, possuía 52 e residia na Fazenda Salobro, deste município de Belém do São Francisco.


Fonte: Blog Tadeu Sá.


Nenhum comentário: