FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

terça-feira, agosto 05, 2014

POLITICOS PRECISAM PENSAR NO NOVO PERFIL DO ELEITORADO TEMOS MAIS ELEITOR DE QUALIDADE, DIZ PESQUISA.


O nível de escolaridade dos brasileiros vem aumentando nos últimos anos, e com maior acesso à educação, o perfil dos eleitores também tem sofrido mudanças.
Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que dos cerca de 143 milhões de eleitores que podem votar em outubro, oito milhões, ou seja, 5,5% terminaram a graduação, quase três milhões a mais que nas eleições de 2010.
A maior parte do eleitorado ainda tem baixa média de estudo, mas o número de analfabetos também diminuiu: são cerca de 700 mil a menos que o registrado na última eleição.


O cientista político Leonardo Barreto, especialista em comportamento eleitoral, afirma que esse índice é reflexo da evolução dos indicadores educacionais: " O que a gente tem num primeiro momento é as pessoas melhorando a capacidade delas de processar, de buscar e de processar a informação, porque isso é basicamente o que o nível de educação mais elevado proporciona".

Para Leonardo Barreto, ainda não é possível dizer que o país tem um eleitor mais crítico e consciente, mas os políticos precisam pensar em estratégias para o novo perfil do eleitorado: "Eu não posso dizer que esse eleitor é um eleitor com mais qualidade ou com menos qualidade, enfim, porque ele ainda está preso a um conjunto de estímulos ruins, apesar de ter melhorado alguns elementos para o processo de decisão do bloco, mas é um  novo composto aí que certamente  vai lançar um desafio novo  para os políticos, que é repaginar suas propostas, repaginar a maneira de abordagem".
 
Segundo o IBGE, o número de pessoas com mais de 25 anos de idade sem instrução ou com ensino fundamental incompleto caiu de 64% no ano 2000 para 49% em 2010. A quantidade de formados no ensino médio passou de 12 para 14 por cento, e a das pessoas que têm ensino superior completo subiu de sete para 11%.


Fonte: Agencia de noticias EBC

Nenhum comentário: