FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

quinta-feira, outubro 22, 2015

O PT DE PAULO AFONSO FAZ O QUE ANILTON QUER!'

Anilton Bastos (PDT) e Paulo Rangel (PT)

Veja abaixo, mais um trecho da polêmica entrevista com o vereador Luiz Aureliano (PT) concedida ao Programa ‘Radar 89’, da Rádio Delmiro FM, na última segunda-feira (19).

Ainda vereador do PT?
Sim, ainda estou no PT, formalmente, mas devo me filiar à Rede Sustentabilidade, já conversei com a coordenação da Rede, é onde eu tenho mais afinidade, já votei em Marina. Embora não tenha coordenação local, temos a Estadual cujo presidente é Júlio Rocha (professor da UNEB em Paulo Afonso e da UFBA). Até abril devo está me filiando.

O Partido dos trabalhadores em Paulo Afonso desmoralizado, com dono e cabresto
Já passou da hora porque tenho várias discordâncias, desavenças, não concordo com a prática política, a democracia interna acabou, o partido virou o partido de donos, Lula no PT nacional, Wagner na Bahia, e Paulo Rangel aqui. O que adianta ter proposta? O PT de Paulo Afonso faz o que Anilton quer. Não devo nada a Anilton, aliança política se faz em determinada conjuntura.

Há certo estranhamento em vê-lo falar assim de Paulo Rangel, se pensava que a relação de vocês era boa?
Eu inclusive o apoiei para o estado e Solla para federal.

O que aconteceu?
Essa coisa da política, chamei Rangel para discutir 2016, porque nós não podemos ficar a vida toda atrelado a Anilton. Aqui parece um casamento que não se separa, Paulo Rangel não aceita nem discutir internamente a questão. Inclusive coloquei o nome dele para mostrar que não se tratava de projeto pessoal, e coloquei o meu, pois sou vereador do partido e tenho mais de 35 anos de história no PT.

Você é a favor de uma alternância no poder como opção, ou se colocou também para a disputa porque acha o governo Anilton incompetente?
Primeiro eu sou republicano, nós não podemos nos apropriar do poder público, como o meu partido está fazendo, com mais de 600 mil cargos comissionados no país inteiro, nas três esferas do estado. Aí entram os apadrinhados, por exemplo, quando muda um governo na Inglaterra se muda pouco mais de 100 pessoas.

A máquina pública a favor dos apadrinhados
A prefeitura de Paulo Afonso tem hoje quase 4 mil funcionários, apenas 1.300 são efetivos, menos de um terço, ou seja, mais de 2.300 funcionários são contratos temporários que ele nomeia e demite ao seu bem prazer, mais os cargos comissionados, que são mais de 200, virou um verdadeiro absurdo. Paulo Afonso não agüenta mais oito anos de Valdenor, é uma anta! Sem entender política fazendária vem com essa de não pode gastar, ora, o dinheiro público é para se gastar bem aplicado: saúde, estrutura, educação, limpeza urbana. Valdenor, Anilton e Clara, são eles quem mandam no poder.

Fonte: Ozildo Alves


Nenhum comentário: