FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

sábado, janeiro 16, 2016

POLITICA-"O BARCO ESTA ESVAZIANDO", PREFEITO PERDE MAIS UM VEREADOR.

1-vert

Nunca em qualquer historia da humanidade alguém conseguiu algo tão fenomenal como o que o prefeito de Cabrobó Auricélio Torres está conseguindo, desconstruir uma aliança política em tão pouco tempo. Pois é: o medico Auricélio Torres, foi convocado pelo então prefeito Eudes Caldas, para liderar a maior aliança política já construída na historia de Cabrobó, tudo deu certo até o dia da eleição em 5 de outubro de 2012. Auricélio ganhou as eleições e com ele 12 vereadores, simplesmente a totalidade do poder legislativo municipal.

Como eu disse antes a liderança de Auricélio só durou até o dia da eleição, logo no dia seguinte se iniciou a composição do governo, o agora eleito prefeito de Cabrobó começa a trabalhar nomes para seu secretariado. O prefeito já tomou posse sem a unanimidade dos aliados na câmara, dos 12 vereadores que foram eleitos com Torres um já não comungava mais com o líder. Ramsés Sobreira (PSB), era o primeiro a sair da aliança. Pouco tempo depois foi à vez do grande responsável pela construção da aliança que elegeu Auricélio de dizer adeus ao líder cada vez mais enfraquecido, Eudes Caldas, anunciava que não era mais aliado do prefeito.

O tempo foi passando e o prefeito Auricélio Torres (PSB), demonstrava cada vez mais que estava perdendo o controle da embarcação.  O barco comandado por Torres ia se esvaziando a cada dia que passava, saiu Zé Nilson Novaes (PP), Paulo Gonçalves (PT), Barná Russo (PSD), Zezito Salú (PDT), Duda Caldas (PTB) e Marcos de Neuma (PSB/PEN). Agora foi a vez do líder do governo na câmara de dizer estou fora, Neguinho Truká (PSD), anunciou na noite desta sexta-feira (15), que não é mais líder do governo e nem aliado do prefeito, o Cacique Truká se denominou como um vereador independente.  Neguinho justificou a saída da liderança e da base do governo dizendo que por uma questão de princípio, costuma a cumprir a palavra e disse mais, isso não aprendeu em nenhuma faculdade e sim, com ensinamentos que vem do berço.


Terminada a sessão e já se comentava pelos corredores da casa que tem mais vereador com colete salva-vidas nas mãos, nas próximas sessões deve ser anunciada pelo menos mais um rompimento. A leitura simples, no entanto, objetiva que se faz de tudo isso que está acontecendo na política de Cabrobó, é que o prefeito Auricélio Torres (PSB), deve sair do governo do jeito que entrou na aliança, “simplesmente sozinho.”

Didi Galvão

Nenhum comentário: