FESTA DOS VAQUEIROS

FESTA DOS VAQUEIROS
FESTA DOS VAQUEIROS CHORROCHO-BA

sábado, março 05, 2016

JANINE: AÇÃO CONTRA LULA FOI ESCANDALOSA E BAIXA

Antonio Cruz/ Ag�ncia Brasil: <p>O ministro da Educa��o, Renato Janine fala na Comiss�o de Educa��o do Senado sobre os cortes na Educa��o (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil)</p>

Acho uma ofensa as instituições levarem a cabo uma ação desse gênero, levar um ex-presidente dessa maneira, com a polícia invadindo a casa dele às 6h

Renato Janine Ribeiro, filósofo, professor titular de Ética e Filosofia Política da Universidade de São Paulo e ex-ministro da Educação no governo Dilma Rousseff, condenou veementemente a forma como o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi levado para depor nesta sexta-feira (4). Agentes da Polícia Federal e da Receita Federal invadiram a casa e outros imóveis do ex-presidente às 6h, em uma ação que corre em três estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Lula foi conduzido coercitivamente para depor em sede da PF no Aeroporto de Congonhas.

“Estou muito chocado. É uma situação escandalosa. Nunca, jamais um ex-presidente ou pessoa com cargo importante deve ser levado dessa forma, com condução coercitiva para depor. Lula não tem mais cargo no governo, mas um ex-presidente não pode ser tratado como um meliante. Se ele vier a ser condenado por algo, ainda assim deve ser respeitado o seu direito.

Em casos com pessoas dessa patente, sempre é marcado um horário para que isso ocorra.  Essa ordem só pode ter partido por dois caminhos: ou ódio ou vaidade de quem ordenou, com base em um conteúdo político discriminatório da direita.


A melhor forma de conduzir uma condenação é dar [ao acusado] todos os direitos. Isso acontece na Inglaterra de forma exímia. Aqui, com essa série de golpes baixos fica essa imagem de não esclarecimento. Foi o que aconteceu no processo do Mensalão. Nada foi esclarecido. Quem acreditava que existia, continuou acreditando. E quem achava que não existia, continuou pensando da mesma forma. Ou seja, não aconteceu nada.”

Portal 247

Nenhum comentário: